sexta-feira, 12 de junho de 2009

CHOQUE DE REALIDADE



É eu estou de volta, não morri como a maioria de vocês imbecis rezaram a Deus.

Fazia tempo que não dava uma fuçada no Orkut e voltando àquela porcaria descobri que existem dois tipos de brasileiros:

Apresento-vos o Gérson e o Jeca (uma referência a Jeca Tatu, imbecil).

O Gerson é o famoso "O importante é levar vantagem em tudo, certo?".

Sempre está certo, os direitos são sempre dele e sempre faz de tudo pra ter comodidades que outras pessoas não tem. Defende os Direitos Humanos porque é legal participar do Fórum Social pra fumar maconha de diferentes regiões do país. É aquele seu amigo que chega na mesa que você está, fuma, bebe e come do seu, deixa 5 Reais e sai com a maior cara de pau falando que só estava de passagem.

Veja o Kid do 10anosa1000.com (Blog que nem mais existe). É o exemplo perfeito do Gérson em seu estado avançado de narcisismo. Onipotente e poderoso, tudo sempre gira a seu favor e de acordo com seus interesses. Pessoas assim deveriam engasgar com a própria lígua.

O Jeca é como a maioria das pessoas do país. É o tadinho verminoso, que não tem culpa, não sabe de nada e não sabe como isso foi acontecer. Sempre os outros são maus com ele mesmo que ele seja tão bonzinho e atencioso. Lerdo, apático e moroso, não toma uma atitude de homem nem que sua vida dependesse disso. Prefere sentar e chorar suas mágoas de como o mundo sempre foi um lugar a qual ele sente não pertencer. Em seu estado avançado é mais conhecido como a moda atual de "emo".

Trabalho e lido com ambos o dia inteiro. Ora é o tadinho que não tem dinheiro pra pagar o empréstimo que fez pra comprar seu DVD e sua televisão 29" ora é o arrogante que analisa a assinatura em um contrato na mesa e diz que é facilmente falsificável. Todos deveriam morrer em agonia.

Quanto mais lido com pessoas mais me convenço: Humanos me dão nojo.
←  Anterior Proxima  → Página inicial
Postar um comentário