quinta-feira, 21 de maio de 2015

10 HISTÓRIAS INCRÍVEIS ENVOLVENDO VAGINAS



1 - A mulher que viaja pelo mundo levantando coisas com sua vagina


A especialista em sexo Kim Anami viaja pelo mundo para mostrar às pessoas o quão forte uma mulher pode ser. Ela levanta coisas com sua vagina.

Anami , uma treinadora de educação sexual ensina , entre outras coisas o "kung fu vaginal " e é uma crente do poder que cada mulher possui entre suas pernas.  Kim tem a intenção de provar isso. Ela tem viajado por todo o mundo usando o Instagram para postar fotos com a tag #thingsiliftwithmyvagina, demonstrando suas habilidades únicas seus impressionantes músculos vaginais .

O trabalho de Anami não é brincadeira - fortalecimento dos músculos pélvicos pode levar a um sexo melhor , orgasmos mais fortes e também pode afastar incontinência.


2 - A estrela pop que recarregou seu celular na vagina de uma mulher


Art Basel Miami Beach é uma mostra anual de arte com o tipo de instalações modernas e contemporâneas que fazem você explodir sua cabeça  espantado com o que às vezes se passa por arte .

Em 2014 , a estrela pop Usher participou de uma peça de arte da performance intitulada "Corpo como mercadoria ", se pediu os espectadores a pensarem  se "usar uma boneca para o prazer sexual como mercadoria torna o sexo mais ou menos imoral do que usar um corpo real para o mesmo fim, e se corpos de mulheres podem ser quantificados monetariamente tais como a energia ou a carga de um telefone celular."

Os espectadores foram convidados para carregar seus telefones celulares na cavidade vaginal da modelo Lena Marquise, que na ocasião estava nua. Usher supostamente pagou o preço baratinho de US$ 20 dólares e enfiou o telefone em uma bateria, que estava dentro da vagina da moça. A carga durou 10 minutos.

A modelo também disse que ela poderia carregar dois telefones ao mesmo tempo e podia ser um Android e um iPhone!


3 - O homem que foi preso por exorcizar a vagina, "assombrada" de uma mulher com seu pênis


Em 2013 , um " Caçafantasmas", chinês de nome Huang Jianjun , foi preso em Guangzhou , província de Guangdong depois que ele cobrou de uma jovem 20.000 yuan (Uns $ 3279  dólares) para " exorcizar os fantasmas" em sua vagina com o pênis . (Bobinho ele, hein ?)

A vítima supostamente veio para Jianjun , porque ela precisava de ajuda para seduzir seu chefe. De acordo com o Global Times, Huang  "convenceu [a vítima] a ter relações sexuais depois de explicar que os fantasmas em sua vagina é que estavam impedindo seu chefe de cair de amor por ela  .Esses  Fantasmas só podiam ser pegos com seu pênis"

Quando foi preso, Jianjun disse às autoridades que ele não poderia ter tido relações sexuais com a vítima porque diabetes o impede de conseguir uma ereção . Os "Fantasmas" da vítima permanecem até então.


4 - A mulher que contrabandeou uma arma  para dentro da cadeia em sua vagina



A Detenta da prisão de Albuquerque, Josephine McAllister foi presa sob a acusação de furto, obstrução da lei, receptação cartões de crédito roubados, e finalmente por trazer uma arma para a prisão. Arma essa que estava escondida em sua vagina.

McAllister tentou abandonar a arma dentro da prisão, mas foi pega em flagrante, e sua explicação de como a arma chegou lá é pior que o ato em si, em termos de esquisitice. McAllister alegou que ela esqueceu a arma em sua cintura, e ela simplesmente escorregou pra dentro de seus órgãos genitais. (Opa! - Eu odeio quando isso acontece!)

A polícia não comprou sua história (que é, afinal, fisicamente imposível) , e McAllister mais tarde admitiu que ela realmente não sabia o que estava acontecendo na noite em que ela foi presa porque ela estava em uma viajem de heroína das brabas.


5 - A "Câmera vibrador" que tira selfies da vagina


A invenção da marca Svakom, o  "Gaga Câmara Vibrator" (Nada a ver com Lady Gaga) permite Selfies de dentro de sua vagina, para aqueles momentos de descontração na praia ou durante um masturbaçãozinha básica. Agora você mulher pode ver tudo de seu próprio corpo sem ter que se contorcer em posições estranhas para isso, ou fazer agachamentos sobre o vaso sanitário com um espelho na mão, uma vez que nenhuma dessas coisas são particularmente divertidas ou sexys.

O dispositivo se parece com qualquer outro vibrador, mas tem uma câmera acoplada na ponta com luzes em torno dela para que possa filmar com alta qualidade (e de forma extremamente íntima) fazer otimas fotos ou mesmo aquelala sex tape marota.

Se o Svakom Gaga Câmara Vibrador te agradou, você pode comprá-lo online no site LoveHoney por £119,99 ( aproximadamente US$ 184 dólares).


6 - Os aldeões que pensavam que a vagina de uma mulher foi amaldiçoada por um curandeiro depois que ela e seu amante foram  pegos juntos


Sasha Ngema de 34 anos estava em uma "Festinha" com seu"Amigo" chamado Sol Qoboza, 22, em um apartamento alugado em Joanesburgo, África do Sul, enquanto o marido estava fora, quando o impensável aconteceu: Ela e seu jovem amante supostamente "travaram juntos" durante o sexo.

Dezenas de pessoas se reuniram para a área depois de um boato espalhado que o marido de Sasha tinha pedido a um feiticeiro para colocar uma maldição sobre suas partes íntimas. Os moradores acreditam que o feitiço, conhecido como um muthi, é feito para certificar-se de que qualquer um que não seja o marido e tente ter relações sexuais com a mulher fique  preso até que o marido retorne para se vingar.

Embora os especialistas digam que a experiência embaraçosa era mais provável que tenha sido causada um fenômeno médico raro que faz com que a vagina se contraia muito (captivus pênis), não houve como convencer a multidão disso. No momento em que a polícia chegou mais de 2.000 pessoas haviam cercado a rua fora do bloco de apartamentos gritando: "Queremos vê-los Mostrem os safados!!!"

O casal foi levado para o hospital para ser separado. Trágico.



7 - A mulher que recriou uma famosa pintura de nu  com a própria vagina em um museu



Em julho de 2014, artista Luxemburgiana Deborah Robertis sentou em frente a uma pintura de Gustav Courbet "A Origem do Mundo" em Paris no "Musée d'Orsay" e expos a si mesma. Ela ficou por lá até ser levada pela Polícia.

Então, o que a levou se exibir?

Em uma entrevista mais tarde, De Robertis explicou: "Se você ignorar o contexto, você poderia interpretar esse desempenho como um ato de exibicionismo, mas o que eu fiz não foi um ato impulsivo Há uma lacuna na história da arte, do ponto de vista ausente. do objeto do olhar. Em sua pintura realista, o pintor mostra as pernas abertas, mas a vagina permanece fechado. Ele não revela o buraco, isto é, o olho. Eu não estou mostrando minha vagina, mas estou revelando o que não vemos na pintura, o olho da vagina, o buraco negro, esse olho escondido, esse abismo que, além da carne, refere-se ao infinito, à origem da origem "

Quando a notícia do seu desempenho atingiu a mídia, o extraordinário artista de rua chamado Bansky twittou: "Por que eu não pensei nisso antes?"


8 - A mulher que ficou com um brinquedo sexual preso em sua vagina por dez anos



De acordo com um relatório no Journal of Sexual Medicine, uma mulher não identificada estava com queixas de perda de peso, incontinência, e letargia teve um brinquedo sexual encontrado dentro de sua vagina e pelo que tudo indica estava la a uma década.

Em 2014 , os cirurgiões no Aberdeen Royal Infirmary encontraram e removeram o consolo de cinco polegadas relatando que ele tinha causado danos quase fatais. A mulher escocesa tinha uma condição chamada "Fístula vesicovaginal" que é uma passagem que permite que a urina flua para dentro da vagina, bem como uropatias obstrutivas, que fazem com que a urina fique retida nos rins.

E como é que o brinquedo chegou e ficou lá sem ser detectado? A mulher disse que usou o consolo em uma noite de bebedeira com seu parceiro 10 anos atrás e que ela não conseguia se lembrar se  tinha tirado ou não (ela não tinha pelo jeito)



9 - A atriz, que fez a "vagina  fumegante" entrar na moda


Atriz Gwyneth Paltrow ficou notabilizada por dar muitas  recomendações ultrajantes em seu site onde descrevia seu estilo de vida. Seu último endosso questionável foi o de "vaporização da vagina" embora não seja o único.

De acordo com Gwyneth "Você senta-se sobre o que é, essencialmente uma mini-privada, e uma combinação de infravermelho e artemísia [planta] junto com vapor limpa seu útero, etc e tal. "É uma ducha de vapor que equilibra os níveis hormonais femininos. Se você estiver em Los Angeles, você tem de fazer".

O tratamento, no Tikkun Spa em Santa Monica, Califórnia, custa US$ 50 dólares para uma sessão de meia hora. As folhas da planta artemísia são cozidas no vapor junto com flores e em seguida, "aplicadas a uma área específica do corpo" para fins de "desintoxicação". Os defensores da vaporização da vagina insistem que protege o útero de úlceras e tumores e que estimula a produção de leite materno  bem como corrige distúrbios digestivos.

Os médicos, no entanto, não tanto valor assim para o vapor. Dr. Jennifer Ashton, co-apresentador do talk show The Doctors e um renomado ginecologista, diz que: "Não há nenhuma evidência médica para sustentar a necessidade de vapor vaginal. A fisiologia da vagina é tal que está constantemente sendo limpa por si mesma e não precisa de ajuda adicional".



10 - A  artista performática que faz malhas a partir de sua vagina


Casey Jenkins, uma "performer Criativista" de Melbourne,  Austrália, tornou-se famosa depois de postar um vídeo de sua performance, chamada "Costurando fora de meu útero". O vídeo mostra Jenkins tricotando com novelos de lã cuidadosamente inseridos em sua vagina.

A peça editada foi gravada durante ao longo de 28 dias, em que Jenkins também menstruou. Ela disse: "O desempenho não seria o mesmo se eu estivesse fora do meu ciclo menstrual." Assim, a lã fica por vezes, vermelha acastanhada e manchada. Um lembrete honesto e visual da realidade dos corpos das mulheres.

Estranhamente, Jenkins não é a primeira a fazer uma obra de arte com um desempenho dessa natureza. Em meados dos anos 70, a artista Carolee Schneemann causou polêmica com sua peça performática em Nova Yorke chamada "Interior Scroll". Schneemann equilibrada precariamente sobre uma mesa em uma sala de exposições estava nua e começou a puxar pouco a pouco de sua vulva um rolo longo de papel, cujo conteúdo ela lia para seu público. 




Aproveita que você ja esta aqui e assista um dos meus vídeos. É rapidinho!!!

Se gostou, se inscreva em meu canal! Só clicar em "subscribe" ai embaixo.


←  Anterior Proxima  → Página inicial