domingo, 31 de maio de 2015

CONHEÇA OS 10 PIORES EMPREGOS DO MUNDO



1 - Zelador de um cinema Pornô


Tomar conta por si só já é um trabalho muito ruim. Mas, o trabalho do zelador ainda pior. A principal responsabilidade do zelador de cinema pornô é pegar o esfregão e pano depois que cada sessão termina e limpar tudo. Ao contrário de um cinema tradicional, é seguro achar que aquela substância pegajosa sob a cadeira não é Coca-Cola! Pelo menos você pode ver pornografia de graça e vai ser muito popular entre seus amigos do sexo masculino, embora esse não seja exatamente um trabalho sobre o qual você quer conversar com sua mãe, ou sua esposa.



2 - Guarda no Palácio de Buckingham


Serviço de guarda no Palácio de Buckingham é considerado como um dos piores empregos do exército britânico. Além do fato de que eles terem de ficar por horas sem permissão para rir, eles também têm que estar no seu melhor visual. Os soldados passam várias horas por dia limpando e pressionando seus uniformes, polindo suas botas e se preparando para uma das muitas inspeções pelas quais eles passam antes de assumir as suas posições do fora de um dos palácios reais. Qualquer soldado que não estiver nos trinques sofrerá uma variedade de punições, tais como o serviço de guarda extra.



3 - Masturbador de animais


Pesquisadores que querem esperma dos animais para estudar a sua fertilidade ou para fazer inseminação artificial, tem todo um conjunto de opções atraentes: Eles podem colocar uma sonda elétrica no reto do animal, enfiar uma vagina  artificial no para o pênis do animal, ou simplesmente fazê-lo da maneira antiga: Estimulação manual. A primeira opção, eletroejaculação, utiliza uma sonda retal priápica para enviar um pulso de electricidade através das regiões inferiores do animal. "Todos os sinais excitatórios normais que estimulam a ejaculação, como o tato, a visão, o som e o cheiro, podem ser substituídos pela corrente da sonda", diz Trish Berger, professora de ciência animal da Universidade da Califórnia, Diz: "É fascinante" Eletroejaculação geralmente requer anestesiar o animal e é tipicamente usada em moradores do jardim zoológico. Os outros dois métodos a vagina artificial, ou AV, bem como o bom e velho mão naquilo exige que os animais sejam treinados para o procedimento. O AV é um grande tubo de látex revestido com um lubrificante quente e é usado principalmente para obter espermatozóides de touros (considerado o mais intratável e perigoso dos bovinos). O touro fica excitado com a vaca e quando ele monta a vaca com as patas dianteiras, um técnico corajoso se coloca entre as duas bestas e habilmente redireciona o pênis do touro para a genitária falsa, e depois segura firmemente até o orgasmo do touro. Três técnicos adicionais tentam garantir a segurança segurando cordas ligadas a um anel no focinho do touro. Infelizmente, isso nem sempre funciona: Todo mundo que coleta esperma de touro teve pelo menos um susto, e  alguns foram parar no hospital. O Método da "pressão digital" que é muito mais seguro é usado principalmente com porcos, que são treinados desde cedo para montar um pequeno banco, enquanto o pesquisador segura o órgão com uma mão enluvada e fornece a pressão apropriada.



4 - Limpador de esgotos


Ramesh Sahu trabalha no departamento de saneamento de Calcutá, limpando esgotos da cidade. Em um dia normal Rakesh agacha-se em um bueiro de sete pés de profundidade, e trabalha com um redemoinho de resíduos humanos e sedimentos variados. Equipado com uma enxada e uma barra de aço e vestindo apenas bermudas roxas soltas. Rakesh retira a gosma preta grossa de um esgoto entupido com um balde que seus companheiros de trabalho puxa e despeja no meio da rua. Depois de feito o trabalho, dois colegas puxam Rakesh por seus braços e ele sai do bueiro com seu corpo todo sujo de lama pútrida. Aos 27 anos, com uma esposa, três filhas e uma renda mensal de cerca de US $100 por mês ele tem trabalhado com esgotos nos últimos 10 anos.



5 - Pesquisador de Mosquito brasileiro


Cientistas de combate à malária devem estudar os hábitos mordida dos mosquitos que a espalham. No Brasil, o mosquito da malária é o Anopheles darlingi, que não é atraído por luz ou armadilhas que normalmente os pesquisadores usam na África: Esse pequeno inteligente virá somente pra perto de cientistas se eles se oferecem como isca. No início da noite, quando o mosquito é mais ativo, pesquisadores se alojam em uma agradável tenda-mosquiteiro com um furo na parte inferior. Os mosquitos voam baixo e ficam presos no interior, onde o pesquisador se senta, sacrificando sua pele pela ciência. Ele precisa de se concentrar somente em suas pernas e quando um mosquito aparecer para jantar, o pesquisador deve pega-lo com tubo de ensaio e coloca-lo em outro recipiente. O veterano pesquisador Helge Zieler se coloca no menu duas vezes por semana. Em sua melhor noite, ele pegou 500 Anopheles em 3 horas. Enquanto isso, é claro, apareceram em todo o seu corpo um total de cerca de 3.000 mordidas em uma média de 17 por minuto durante 180 minutos a fio. "Não é tão ruim", diz ele, explicando que a sua resposta pessoal a picadas de mosquito é uma coceira imediata que vai embora naturalmente em poucos minutos. Apenas é ruim quando sua resposta é contrair malária. Apesar de tomar cloroquina profilática, Zieler desenvolveu uma Malária que levou dois anos para curar.



6 - Limpador de banheiros portáteis


Este trabalho é uma espécie de combinação de coletor de lixo e gastroenterologista, e sem dúvida mais nojento do que ambos juntos. Embora a maioria das pessoas na sociedade educada metodicamente evite usar banheiros portáteis em certos momentos eles podem ser salva-vidas. E poderia ser pior sem as pessoas que os limpam. Usando um tanque e um tubo de aspiração a limpeza deve sugar todo o dejeto do banheiro portátil. Depois de pegar qualquer papel higiênico solto, eles também lavam todas as superfícies que podem eventualmente estar sujas, incluindo as paredes. É ai que uma mangueira de alta pressão vem a calhar. Normalmente, a limpeza de um banheiro portátil leva apenas alguns minutos, e a maioria dos trabalhadores limpa entre 10 a 60 deles um dia. Mas nem sempre é assim tão fácil: banheiros portáteis exigem mais cuidado para não causar danos. No entanto, alguns limpadores levam para casa cerca de US$ 50.000 por ano.



7 - Julgador de odor de peido


Juízes de odor são comuns nos laboratórios de empresas de antisépticos bucais, onde as pessoas levam baforadas na cara para testar a eficácia dos produtos de higiene bucal. Mas em Minneapolis o gastroenterologista Michael Levitt recentemente levou o seu trabalho a outro nível, ou melhor, para o outro lado do aparelho digestivo. Levitt paga a duas almas corajosas para cheirar repetidamente os odores de peidos de outras pessoas. (Levitt se recusa a divulgar a remuneração, mas por mais que seja achamos que não é o suficiente) Dezesseis indivíduos saudáveis ​​se ofereceram para comer feijão e inserir pequenos tubos de plástico em seus ânus (pior emprego vice-campeão, com certeza). Então, depois de cada "episódio de flatulência", Levitt recolhe o gás em um recipiente discreto, mantendo rigorosamente a integridade do peido. Os juízes de odor, em seguida, sentam-se com, pelo menos, 100 amostras, abrem as tampas de um de cada vez, e inalam com força. Como seus rostos se contorcendo em agonia, eles avaliaram o quão nocivo o cheiro é. As amostras também foram analisadas quimicamente, e Levitt fixou definitivamente o componente mais malcheiroso dos flatos humanos: Sulfeto de hidrogênio.



8 - Controle de qualidade de comida de gato


O britânico Jon Hanson tem o que ele descreve como o pior trabalho de toda a sua vida: Controle de qualidade de comida de gato. Sua tarefa envolve vários testes: Teste 1: Bury coloca o rosto em uma banheira enorme e cheira para ter certeza que a comida de gato esta  fresca. Teste 2: Mergulho braços nela até os cotovelos e tateia para achar pedaços de óssos e tira-los para fora. Teste 3: Coloca um montão de  comida de gato sobre uma superfície plana e aperta-a com os dedos para testar o quanto de cartilagem tem la! Urrrgh!!!



9 - Catador de animais atropelados


Bastante auto-explicativo. Coletores de animais não só têm a tarefa de raspar os restos de criaturas mortas em atropelamentos para fora da estrada, como também tem de fazer isso enquanto evita o tráfego da estrada.



10 - Enxotador de macacos em Safari

No Canadá pessoas são contratadas para trabalhar no Safari de um jardim zoológico. Elas são enjauladas em um carro e dirigem até uma reserva próxima. Nesta reserva os Macacos sempre sobem em cima dos carros e geralmente desfrutam de um passeio grátis por um tempo. Mas na saída da reserva dos macacos fica um trabalhador do jardim zoológico equipado com uma vara. Seu dever é impedir que os macacos saiam da reserva em um carro. Imaginem perseguir macacos debaixo de Sol durante oito horas!







Aproveita que você ja esta aqui e assista um dos meus vídeos. É rapidinho!!!
Se gostou, se inscreva em meu canal! Só clicar em "Inscrever" ai embaixo.



←  Anterior Proxima  → Página inicial
Postar um comentário